Rua Helena, 170 - conj. 23/ 24 - Vila Olímpia - 04552-050 - São Paulo - SP
(11) 5081-5351 ou (11) 5081-7951

Setor privado reaquece indústria de tratamento de resíduos e efluentes

Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes

Created with Sketch.

Depois de um longo período de retração, as fábricas começaram a se recuperar e a demanda por serviços de engenharia ambiental tem sido uma consequência deste novo momento.

As empresas de tratamento de resíduos e efluentes vivem, neste segundo semestre, uma retomada do crescimento nos projetos. O aquecimento nos negócios é impulsionado sobretudo pelos novos contratos oriundos setor privado no Brasil.

A afirmação é de Carlos Fernandes, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes (Abetre). Segundo ele, o aumento da produção industrial no País, verificado nos últimos meses, tem alavancado o setor de tratamento de resíduos e efluentes.

“Depois de um longo período de retração, as fábricas começaram a se recuperar e a demanda por serviços de engenharia ambiental tem sido uma consequência deste novo momento”, explica Fernandes. “Já em relação à limpeza pública, o setor ainda sofre com a inadimplência das prefeituras”, acrescenta.