Rua Helena, 170 - conj. 23/ 24 - Vila Olímpia - 04552-050 - São Paulo - SP
(11) 5081-5351 ou (11) 5081-7951

Santa Catarina registra movimentação de 3,8 mil toneladas de resíduos de saúde no semestre

Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes

Created with Sketch.

Plataforma de controle de resíduos, implantada com o apoio técnico da Abetre, passou a ser obrigatória para os resíduos de serviços de saúde em janeiro deste ano.

Hospitais, clínicas e empresas do setor de saúde lançaram no sistema de controle de resíduos do estado de Santa Catarina cerca de 3,8 mil toneladas de resíduos nos primeiros seis meses deste ano.

A plataforma de controle de resíduos, implantada pela Fundação para o Meio Ambiente (Fatma) com o apoio da Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes (Abetre), passou a ser obrigatória para os resíduos de serviços de saúde em janeiro deste ano.

O sistema funciona há pouco mais de ano em carácter obrigatório para os demais industriais e, nesse período, foram mais de 5 milhões de toneladas registradas.

Segundo Odilon Amado, diretor regional da Abetre no Sul, o uso da plataforma representa um avanço sem precedentes na gestão pública dos resíduos industriais no País. “Trata-se de um sistema altamente moderno e automatizado, que facilita o controle e permite aos órgão ambientais o estabelecimento de políticas públicas alinhadas com as demandas da sociedade na área de proteção ambiental”, comenta.